Dor retal pode ser endometriose?

7/15/2021

A dor retal pode ser decorrente de diferentes causas, como endometriose, hemorroidas, fissuras anais, câncer e causadas por contrações da musculatura do assoalho pélvico, causando uma síndrome chamada proctalgia fugaz.

Neste texto vou explicar a dor retal relacionada com a endometriose, e outras causas de dor retal.


Dor retal causada pela endometriose

A endometriose no intestino é o segundo local mais comum da endometriose profunda o os principais sintomas são:

  • Dor para evacuar no período menstrual;
  • Diarreia ou constipação durante as menstruações;

Quase sempre a endometriose no intestino está associado a outros focos de endometriose na pelve, principalmente nos ligamentos uterossacros, bexiga e ovário.

Por este motivo é comum que outros sintomas estejam associados, como a cólica menstrual, dor durante as reações sexuais, dor para urinar durante as menstruações e infertilidade.

O tratamento pode ser clínico, mas quando a cirurgia estiver indicada é fundamental uma equipe multidisciplinar incluindo o cirurgião do aparelho digestivo e o ginecologista.

Se a dor retal não tiver relação com as menstruações, ou seja, não modifica a frequência de evacuações, tampouco a intensidade da dor, considere outros motivos para a dor retal.

Dor retal e hemorroidas

As hemorroidas são veias dilatadas na parte final do intestino.

Os principais sintomas das hemorroidas são a percepção de bolinhas no ânus, palpadas pelos próprios pacientes, coceira, sangramento e dor.

O sangramento pode ser percebido no papel higiênico ou ficar na parte externa das fezes (não está misturado com as fezes).

Quando ocorre a trombose das hemorroidas, a dor retal pode ser de forte intensidade.

O tratamento inclui banhos de assento, pomadas e cirurgia.

Dor retal e fissuras anais

A fissura anal é um pequeno corte no revestimento do canal anal, o que causa a dor retal. Embora comum, pode ser confundida com outras doenças anais, tais como os abcessos perianais e as hemorroidas. 

As principais causas da fissurais anais são a constipação crônica e as fezes endurecidas

O tratamento tem como base a melhora da constipação e o amolecimento das fezes.

Dietas ricas em fibras, aumento do volume ingerido de água, laxantes e remédios para dor constituem o tratamento inicial.

Fissuras anais crônicas e difíceis de cicatrizarem, podem, entretanto, requerer a necessidade de cirurgia.

O objetivo da cirurgia é ajudar a relaxar o músculo do esfíncter anal, reduzindo a dor e espasmos, permitindo que a fissura se cicatrize.

Dor retal e câncer

Embora o câncer anal e retal possa causar dor, a grande maioria dos casos de dor retal não são causados por tumores malignos.

Os principais sintomas do câncer anal são o sangramento, sensação de evacuação incompleta e alteração no hábito intestinal.

O exame físico com a inspeção, avaliação do canal anal com um aparelho especial chamado anuscópio e o toque retal, são necessários para a avaliação inicial.

É importante destacar que a colonoscopia não é um exame sensível para o diagnóstico do câncer anal. A colonoscopia é um exame que diagnostica o câncer do intestino grosso, mas tem limitações na avaliação da região anal.

Dor retal e proctalgia fugaz

Dor retal causada pela contração dos músculos do assoalho pélvico, especificamente o musculo puboretal.

A dor pode ser do tipo cólica ou aperto, de início súbito com intensidade variável, geralmente moderada ou forte.

É mais comum no sexo feminino e na grande maioria das vezes não se encontra a causa.

Embora a dor retal possa ter origem em causas ginecológicas, como a endometriose, a avaliação por um coloproctologista é fundamental.


Dr. Fernando Guastella - CRM.SP-112.601

Ginecologia e Cirurgia Minimamente Invasiva

https://fernandoguastella.com.br/

Agende sua consulta agora.

Obrigado. Em breve entraremos em contato.
Ops... Alguma coisa deu errada. Tente atualizar a página.